quinta-feira, 1 de fevereiro de 2007

Mock Draft 2009 - Força Nominal

Leo Lyons é o destaque nominal da classe de 2009


Mantendo a tradição criada há um ano, publicamos um texto do nosso querido leitor-dono-de-time-de-fantasy-e-poeta Sbub que faz uma previsão do Draft baseado apenas na Força Nominal dos jogadores. É com você, Sbub.

......

O Bola Presa já está se tornando um blog cheio de tradições. Por isso, traz mais uma vez o inacreditável mock draft de força nominal!

O leitor do Bola Presa já sabe que a força nominal é um dos motores da NBA. Quem não conhece e não quer clicar nos links ou conhece, mas esqueceu porque fecharam a porta do carro na sua cabeça, eu explico de novo: seu primo te liga e diz que conhece duas meninas que querem ir na festa, mas ele vai de moto e só pode levar uma: ou a Ricardina ou a Taís. Ele te pergunta qual ele deve levar e você diz Taís. Sem nenhum motivo aparente, você achou que a Taís seria mais gata.

O mesmo ocorre com os managers da NBA. Eles tentam ser racionais, mas quando aparece alguém que parece bom e se chama Hakeem Olajuwon, você desiste de apostar num sujeito cujo nome, Michael Jordan, não te diz nada demais (obs: até a chegada de Jordan, o nome Jordan era fraco nominalmente. Ele foi tão foda, que Jordan passou a ser força nominal. Como conseguiu modificar a natureza de um nome, Jordan foi considerado o melhor de todos os tempos)

Você também pode analisar as necessidades dos times, o potencial dos jogadores, o tempo que eles passaram nas universidades, os testes físicos. Se, olhando pra Taís e pra Ricardina, a Ricardina for mais gata, mais gostosa, mais legal e ainda entender de NBA, você a escolherá, sem dúvida. Mas, no escuro, em quem você apostaria?


1 - Los Angeles Clippers
O Clippers sempre teve bons jogadores sem força nominal, como Elton Brand e Danny Manning. Recentemente, apostaram que Baron Davis era mais maneiro, mas perderam a coerência ao contratar Marcus Camby e Zach Randolph. Blake Griffin é a unanimidade entre os analistas e o Clippers não vai perder a chance de escolher o óbvio e ainda elevar a força nominal da equipe.

2 - Memphis Grizzlies
O Memphis tem fraqueza nominal até no nome do time. Então sua escolha certamente será voltada para o poder nominal de Ricky Rubio ou Hasheem Thabeet. Ricky Rubio tem nome de novela mexicana , o R dobrado, dois nomes curtos. E Thabeet, no fim, é mais engraçado que bacana. Rubio na cabeça.

3 - Oklahoma City Thunder
Os mesmo dirigentes que escolheram o nome genérico Thunder ainda estão no poder. Certamente, são pessoas que desconhcem totalmente a teoria da força nominal e nunca compreenderão porque o Shawn Marion não engrena de vez em lugar nenhum. Então eles devem pegar o James Harden ou o Jordan Hill. Ridículo.

4 - Sacramento Kings
Eles podem pensar que o Stephon Curry é bom. Mas tem o mesmo sobrenome do Eddy Curry, que estragou este nome de molho. Então, na hora, vão escolher o Thabeet e tentar trocar.

5 e 6 - Minesotta Timberwolves
McHale não mediu esforços para aumentar sua escolha no draft, mas não consegui mais que a cinco. A esperança era pegar Hasheem Thabeet para fazer uma dupla nominal poderosa com Kevin Love. Triste com sua escolha, deve pegar James Harden e Stephen Curry. James Harden é quase bom, mas ainda sem graça. Stephen Curry é um bom nome de molho, mas Eddy Curry o estragou. E desde a chegada do grande James OnCurry, um simples curry não tem o mesmo efeito açafrânico de antes.

Os lobinhos do draft devem pegar os dois e oferecê-los no mercado por alguém com um nome mais bacana. De preferência, alguém que tenha um "e" dobrado no meio do nome e do sobrenome.

7 - Golden State Warriors
O gosto nominal do Warriors é estranho. Eles curtem Monta Ellis, um nome que é apenas estranho. Então eles devem ficar com Brandon Jennings, porque Brandon é ok e Jennings não compromete. Ah, e o rapaz sabe quicar a bola. Isso conta, às vezes.

8 - NY Knicks
Prestem atenção nesse nome: DeMar DeRozan. Horroroso, não? Certamente. Mas nomes antecedidos por De e com duas maiúsculas têm feito grande sucessos nos drafts. Talvez porque você veja isso e não consiga prestar atenção em mais nada. O manager compara "Desses aqui quem tem o melhor arremesso é...." E vem uma voz na cabeça "DeMar DeRozan...". "Bem, arremesso a gente treina né? E visão de jogo?" (DeMaaaaar DeRozaaaaaaan Rozaaannnn). "Querem saber? Vamos pegar o DeMar DeRozan! Eu acho que ele é....bom e....vai bem nas coisas e.....tem potencial. Isso. E não discutam comigo! Me passem o DeCafé com DeAçúcar e vamos pensar na segunda rodada"

9 - DeToronto DeRaptors
Tyreke Evans. Em português, fica meio ridículo, mas em inglês (Tairíqui), até não compromete.

10 - Milwaukee Bucks
Os veados roxos tem verdadeira obsessão por força nominal. Já experimentaram nomes maneiros (Redd), nomes estranhos (Andrew Bogut) e apelaram ao extreme nominal power drafting só para ter Yi Jianlian. Se o Knicks pegar mesmo o DeMar DeRozan, devem surpreender e levar DeJuan Blair, pra ter DeQualquercoisa pelo menos no nome. Se os managers resistirem ao poder de DeMar DeRozan até esse ponto, ele é de Bucks e ninguém tasca!

11 - New Jersey
Nets
Gerald Henderson parece com Richard Jefferson. Escolhido

12 - Charlotte Bobcats

Sem opções brilhantes por perto, devem optar pela segurança de Tyler Hansbrough. Tyler é bacaninha e Hansbrough começa com H e é gigante. (nota do Bola Presa: Sem contar que o apelido dele é 'Psycho T', o apelido mais legal da NBA desde já!)

13 - Indiana Pacers

O Pacers quer mesmo é DeJuan Blair. Mas a dominância de DeMar DeRozan pode levá-lo a Milwaukee. A segunda opção é BJ Muellens. BJ sempre é legal de falar e Muellens causa uma estranheza que melhora a cada pronúncia.

14 - Phoenix Suns
O Phoenix draftou DJ Strawberry só porque achou maneiro (e com razão). Depois vazou com o Moranguinho de lá. Nesse draft, sem uma opção tão clara, vacilarão entre James Johnson, para suprir a lacuna de iniciais dobradas deixada por Joe Johnson, ou Gerald Henderson, se sobrar.

15 - Detroit Pistons
Alternando bons momentos (Rodney Stuckey e Aaron Aflallo), com momentos fracos (Walter Sharpe, compensado apenas parcialmente por DJ White), a inclinação nominal de Dumars não é clara. Mas, diante de bons nomes entre os pivôs, torcerão para que Hansbrough ou Muellens cheguem intactos à 15ª escolha, para matar as saudades de Cheik Samb. Se não rolar, podem fraquejar e levar Terrence Willians e seu nome de escritor inglês.

16 - Chicago Bulls
No ano passado, conseguiram superar a força nominal de Beasley e levaram Rose. Bom negócio. Animados com seu poder de ignorar a teoria da força nominal, devem aproveitar o escorregão de Earl Clark nos mocks e pegar o rapaz.

17 - Philadelphia 76ers
Ty Lawson atende às necessidade do time e é maneiro.

18 - Minnesota T'Wolves
Alguns bons nomes terão sobrado até aqui, deixando os Timberlobos com muitas opções. Ty Lawson é o preferido. Se não der, dificilmente resistirão ao poder de Jrue Holiday. Como será que se pronuncia isso? Pra mostrar que sabem, vão falar alto no microfone da 18ª escolha e, se der caldo, comprar um CD de grandes sucessos da Madonna pra tocar nas inflitrações do menino.

19 - Atlanta Hawks
Nesse ponto do draft, escolher mal é normal. Se o cara não der certo, tudo bem. O Atlanta terá nomes bacaninhas como Eric Maynor e Chase Budinger. No entanto, se os dirigentes forem ousados, podem causar a maior surpresa do draft apostando em Leo Lyons. Iniciais dobradas, boa pronúncia, nome apelido, sobrenome de thundercat, excelente companhia pro Joe Johnson. Leo Lyons é o melhor nome do draft. Se me ligarem pra perguntar (o que acontece direto, é supernormal), eu vou recomendar LL!

20 - Utah Jazz
Jerry Sloan é superressentido de ter um nome palha, que o impede de ganhar o prêmio de técnico do ano há 20 anos. Então, ele favorece nomes meia-boca como Jonny Flynn. Jeff Teague pode ser escolhido aqui também.

21 - New Orleans Hornets
Ty Lawson ou Eric Maynor ainda devem estar por perto. Nomes aceitáveis, posição desejada. É um ou outro.

22 - Dallas Mavericks
A tara de Mark Cuban por bons nomes estrangeiros é conhecida. Mas Cuban curte mais a combinação nome maneiro-sobrenome estranho. Pode ser a grande chance de Jonas Jerebko.

23 - Sacramento Kings

Omri Casspi, se estiver disponível, poderá ir para o time que aprendeu a amar Vlade Divac. Taj Gibson pode pintar também

24 - Portland Trailblazers
Vai pegar quem sobrar da opção dos Kings. Ou optar por Victor Claver se, como eu, acharem que isso é nome de lutador de boxe.

25 - OKC Thunder
Se Jonas Jerebko escapar de Cuban, seu destino é o Oklahoma City Franchise Stealers. DaJuan Summers pode ser a surpresa aqui.

26 - Chicago Bulls
Como já foi explicado, o Bulls acha que fraqueza nominal é força nominal. Então devem levar Toney Douglas, que vai mofar no banco, migrar pra Liga de Desenvolvimento e morrer por lá. Lamentável.

27 - Memphis Grizzlies
DaJuan Summers aparece com boas chances. Se o Thunder já tiver feito essa opção, pode ser o grande salto de Jeff Pendegraph, que parece nome inventado.

28 - Minnesota Timberwolves
Se Taj Gibson sobrar, o Timberwolves leva. Senão, devem escolher um nome genérico, como Derrick Brown ou Sam Young, para ninguém lembrar dele e não acharem que foi uma escolha ruim.

29 - LA Lakers
O Lakers busca um armador ou ala com características defensivas para compor o banco. Como o time foi campeão, ninguém acha que a 29ª escolha pode fazer a diferença. O Lakers então não deve deixar passar o Sergio Llull. Nome de latino estranho para americanos e quatro l's em cinco letras no sobrenome. Superforçanominal! Com certeza, vai vender mais camisas que o Adam Morrison.

30 - Cleveland Cavaliers
Depois do sucesso de Ilgauskas, será irresistível para LeBron (alguém achou que era o manager?) escolher Vyacheslav Kravtsov. Depois LeBron vai prometer um autógrafo para o jogador que conseguir falar "Vyacheslav Kartsov vai de Lada pra Vladivostok" três vezes.

Nenhum comentário: