sábado, 8 de dezembro de 2007

5 razões para odiar o Spurs

Algo me diz que o Nash também não é um
grande fã do time de San Antonio



Antes de mais nada, tenho que me explicar para não ser apedrejado. Veja bem, eu não quero fomentar o ódio pelos torcedores do Spurs, não quero ver perseguição nos fóruns e nem enforcamentos em praça pública. Não tenho nada contra os torcedores do Spurs que eu também não poderia ter contra os torcedores do Ipatinga. Minha intenção com esse post é apenas responder a uma pergunta antiga. Muita gente me pergunta por que não gosto da equipe de San Antonio e minha resposta padrão, "eles são chatos", nem sequer arranha a minha verdadeira opinião sobre o time. Então, quem quiser saber meus reais motivos, vai encontrá-los aqui.

Mas acalmem-se, torcedores do Spurs. Isso aqui é apenas minha opinião, vocês não precisam ficar bravos e nem tentar descobrir meu endereço (que, por medidas de segurança, não pretendo mais divulgar). Eu sei muito bem, como torcedor do São Paulo, o que é amar um time que muita gente odeia. Acontece. Então se vocês ficarem muito ofendidos, escrevam um "5 razões para odiar o Houston Rockets" e me mandem. Só façam o favor, já que sou um torcedor apaixonado, de colocar o Rafer Alston no topo da lista!

Agora, vamos para os motivos principais para se odiar o time mais vencedor da década.

1 - Bruce Bowen

Acho que o único jeito de gostar do Bruce Bowen é ser cego ou torcedor do Spurs. Existem tantos vídeos de jogadas sujas e desleais do Bowen que dá pra colecionar como se fosse figurinha. "Eu tenho uma voadora na cara repetida, quer trocar por um chute no Amaré, joelhada no saco do Nash ou torção de pé no Francis?" O próprio Bruce Bowen tem como hobby contundir outros jogadores. Ele coleciona mais pés torcidos do que a Angelina Jolie coleciona filhos e não adianta dizer que é sem querer porque o sujeito tem sempre um padrão.

Uma das coisas mais sensatas que o Isiah Thomas fez pelo Knicks foi ir bater boca com o Bowen. Após torcer o pé do Francis com a tática do vídeo acima, Bowen tentou deliberadamente fazer a mesma coisa com o Marbury, que conseguiu escapar por pouco.

Muita gente diz que o Bowen é talentoso, que ninguém sabe defender como ele. E eu concordo. Ele é talentoso para defender, marcar, torcer pés, dar chutes, pancadas e escapar do apito da arbitragem. Ninguém no mundo sabe machucar sem o juíz perceber como ele faz. É claro que ele tem talento, o Dr. Octopus também tem, mas ele é chamado por todos de "vilão" e o Homem-Aranha o chama de "inimigo", enquanto o Bowen é sempre indicado ao prêmio de Melhor Jogador de Defesa do Ano.

Vale a pena ver no replay uma falta qualquer que o Bowen faça e seja marcada pela arbitragem. Olhando de pertinho, veremos que o Bowen puxou a camisa do outro jogador, deu uma cotovelada, mordeu a orelha, arrancou um dedo a dentadas e só depois que o jogador sofreu minutos de tortura sádica finalmente alguém assopra o apito. Nas séries de playoffs do Spurs contra o Suns, é impossível não ter dó do Nash. A quantidade de tapas que ele toma no braço a cada jogada torna impossível fazer qualquer coisa. O Bowen vai dando tapinhas sem conseguir evitar, deve ser espontâneo. Ainda bem que ele não é assistente de cirurgião.

2 - Manu Ginobili

Essa eu sei que vai ser difícil porque o cara tem muitos fãs. Mas eu não estou dizendo que ele é um mau jogador, pelo contrário, acho ele genial. Só que pra mim não importa se ele é o MVP, se fez 100 pontos num jogo, se enterrou do meio da quadra, se salvou o mundo de um meteoro ou se nocauteou o Chuck Norris com um chute no queixo. O que interessa é que ele é o maior flopper da NBA e, justamente por ser um jogador espetacular, não precisava.
Dizer que ele "cava faltas" não é o bastante. Somos obrigados a usar o termo em inglês porque ele vai muito além, mostra toda a falsidade, o exagero, a atuação em um monte de coisas na quadra que não são apenas "cavar uma faltinha" como argentino no futebol. Então, com perdão aos chatos puristas da língua portuguesa, vamos usar o verbo flopar: eu flopo, tu flopas, ele flopa; nós flopamos, vós flopais, eles flopam. E o Ginobili flopa mais do que todos esses aí juntos.

Me irrita o fato de que toda vez que o Ginobili é minimamente tocado (e algumas vezes quando nem é) ele se taca no chão como se tivesse visto a Preta Gil. Mas não é só isso, o que incomoda mais é justamente as reações do sujeito quando usam a mesma tática contra ele.

Sabe quando você está lá, jogando um basquetinho na quadra do parque, dá um drible desmoralizante no cara e depois ele volta e dá o mesmo drible em você? Pra quem tem espírito esportivo isso é divertido, você vai lá e cumprimenta o cara. "Safado, tá usando o mesmo truque que eu, né?" O Kobe esses dias foi pessoalmente cumprimentar o Iverson que estava em vista de completar 51 pontos na partida, foi bacana.

O Ginobili não. Quando flopam contra ele, quando exageram o contato que ele cria, o argentino sai do sério. Ele é aquele típico babaca da quadra da pracinha que vai te encher de cotoveladas mas quando você relar nele, ele vai chamar a polícia. O argentino adora uma briga, é o primeiro a chegar empurrando em qualquer iminência de confusão e se o Iverson tivesse feito 51 pontos contra ele, seria congratulado com uma cuspida no olho.

Para descontrair o ódio pelo narigudo, uma musiquinha:



E a letra para quem bombou em inglês:
"Estava assistindo fitas dos jogos tarde da noite quando meus olhos viram algo terrível. De repente, sem nenhum motivo aparente, Manu Ginobli fingiu uma falta. Ele fez um flop, fez o flop do Manu. O flop do Manu, cara, como ele sabe se tacar. O flop do Manu! Quando isso vai acabar? Uahhh, uuuh, parem o flop!"

3 - Robert Horry

Ele está no Spurs para o que for necessário. Ele é o "carregador de piano" de que todo time precisa, só que na "versão Spurs". Ou seja, ao invés de sua função ser fazer corta-luz e pular no rebote, ele tem como missão tacar o Nash pra fora da quadra da maneira mais suja possível.

É um pouco simplista não considerar cada pequeno acontecimento de cada um dos jogos entre Suns e Spurs como fatores do resultado, mas podemos sem muita dificuldade afirmar que esse empurrão do Horry decidiu de uma vez por todas aquela série de playoffs. Ou seja, sua fama de decidir os jogos continua intacta. Mas no Spurs ela é um pouquinho mais, digamos... desleal.

4 - Arbitragem

Poucos times são tão favorecidos pela arbitragem e, ao mesmo tempo, poucos times reclamam tanto com a arbitragem. É daquelas coisas que só o nome faz por você. O Rasheed Wallace pode dizer bom dia para o árbitro e vai ser expulso, afinal fez a fama. Já o Duncan pode fazer aquela cara de nada e reclamar de todas as faltas marcadas em cima dele o tempo inteiro e nada acontece. Alguém já viu o Duncan tomar falta técnica? Quando tomou e foi expulso, virou assunto mundial e o juíz responsável até foi suspenso. Tá bom, tá bom, eu sei que o velhinho que expulsou o Duncan tava gagá e provavelmente usando LSD, mas se ele tivesse expulsado o Rasheed Wallace nas mesmas circunstâncias, ninguém sequer teria percebido! Teriam dito "ah, o Rasheed deve ter feito por merecer."

5 - Espírito esportivo

Todos os motivos acima podem ser resumidos nesse aqui: espírito esportivo. Não vou ser otário de achar que alguém entra em quadra pra perder (a não ser o Carter, naquela legendária história em que, dizem, ele dedou para o banco do Celtics a jogada que seu próprio time ia fazer nos segundos finais para ele perder o jogo e ser trocado do Raptors de uma vez). Todo time quer ganhar mas o Spurs leva isso à enésima potência. Eles querem vencer mais do que participante de Big Brother. A mentalidade que fica visível na equipe de San Antonio é que todos os participantes vão fazer o que for preciso para sair com a vitória, mesmo que seja contundir o adversário, fingir milhões de faltas e transformar ouvido de juíz em pinico. Muitos times fazem o que for necessário mas nenhum como o Spurs, nenhum nesse nível, nenhum de forma que deixe tão clara a falta de espírito esportivo.

Eu acho o time chato, monótono, mas isso é o de menos. A Nicole Kidman também é chata e monótona mas eu encarava. O que não suporto mesmo é ver que o time que é campeão vai contra aquilo que eu acho mais bonito e nobre no esporte. Não vem zoando minha sexualidade só por causa desses papos de beleza esportiva. Mas é que prefiro acreditar que o esporte é o lugar em que você admira e interage com outras pessoas que fazem aquilo que você ama, e não o lugar para quebrar o pé dos outros para tentar ser campeão. Mais irritante que o Spurs fazendo isso, só aquele idiota que me dá cotoveladas na quadra jogando partidas de 21. Alguém avisa ele que não tá valendo nada, que ele deveria aproveitar o jogo ao invés de ficar me socando? Bah, deixa pra lá, deve ser torcedor do Spurs mesmo...

Espero que depois desse post enorme eu tenha ao menos explicado meu ódio pessoal e mostrado que ele não é tão irracional. Que eu sou um romântico, um apaixonado, um cara que acredita na amizade e na nobreza dentro do esporte. Mas faz o favor de parar de rir que eu tenho sim uma namorada.

Espero também que você, leitor fã do Spurs, tenha espírito esportivo. Não só para não dar cotovelada em ninguém na quadra aí perto, mas também para ter senso de humor para encarar o post. Afinal, não quero ser nunca um velho chato que decora estatística no banheiro pra me mostrar o sabidão. Estamos aqui (no blog e no mundo) é pra dar opinião mesmo.

Pra finalizar, se todos os meus argumentos falharam e você ainda não vê razão nenhuma para ter qualquer antipatia pelo San Antonio Spurs, então prepare-se que aí vai minha última cartada. Espero que funcione.

9 comentários:

JC. disse...

Concordo

e também odeio o Spurs pelos motivos citados por você
e além de que eles sempre tiravam o Dallas nas finais de conferência...

ver o Ginobili jogar me irrita, ele provavelmente é o melhor jogador latino atualmente e 1 dos melhores da história
mas o jeito que ele se joga na maioria das jogadas de infiltração que ele tenta, enche o saco(por isso senti até um ar de satisfação na quarta-feira quando ele levo uma do Diop e do Howard ao mesmo tempo, apesar dele ter acertado a cesta, caiu no chão como bosta e ainda levo uma na cara do Howard

e o Bowen nem precisa de comentários, é incrivel como ele faz essas coisas e não leva suspensões
alguém quer apostar que se o Artest fizesse metade das coisas que o Bowen faz, estaria banido da NBA?
e para ser um bom marcador não precisa jogar tão sujo quanto o Bowen, o Ben Wallace é um excelente pivô defensivo e não faz isso, o Camby tbm

Charles disse...

Ah daqui uns dias os "pirraçados" (como eu) do Spurs vão ultrapassar os torcedores, concordo...

1-Acho que a segunda torção lá, que o Thomas vai reclamar, é no Crawford e não no Marbury.

mas é legal ver ele se fudendo tambem:
http://www.youtube.com/watch?v=q3rxIcZ3r3U&feature=related

A Voadeira no Wally é muito chique viu.


2- Musiquinha do Manu, Hilária ...

3- Horry, ahhh que isso ele só tacou o Nash e aprendeu cavar umas faltas com o Ginobili...

essa do boozer nele é muito boa

http://www.youtube.com/watch?v=kPXf7nb5qzw

Prêmio de Atuação "Ricardo Macchi"
Cigano Igor pra ele, muito bom...

Ah nem comento da Arbritagem ;//

Ah e eu não tenho cara de bobo, e levei uma falta técnica por falar:
"Você não vai apitar isso aqui também não ?"

Pode durmi tranquilo Duncan.

Felipe disse...

Eu convivo com seu ódio há muito mais tempo que os visitantes desse blog ... Entendo seu ódio, compartilho das opiniões, odeio o Bowen, adoro o Ginobilli, mas não insentivo a atuação fajuta dele cavando faltas. O Horry merece um cuspida na cara, pois só fode a folha salarial do Spurs e ainda arranjar treta com o pobre do Nash. Po! Ele é Candense! Não tem personalidade nem pra fazer mal a uma mosca.
A arbitragem peca pra tudo quanto é lado... Porém, o que mais evidenciam, é quando favcorecem o Spurs. Acontece sim, mas também é perseguição sua e do Denis, e desses leitores chatos.
Espírito esportivo?! Po! Eu apanhei minha vida inteira jogando e você vem me dizer de espírito esportivo? Pegou um ou dois exemplos de sujeira e deslealdade e vem dizer que o time inteiro do Spurs não tem espírito esportivo? Aí tá forçando a barra.
Mas a maior apelação de todas foi essa foto do Bush. Isso sim é jogar sujo!

Dudek disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro Arcanjelo disse...

Foi no minimo engraçado de ver tanta abobrinha escrita em um post só.

Ri bastante de várias coisas, acho que foi essa a intenção desse texto.

A dor no cotuvelo ta forte, andou tomando as dores de um time ai. Ser campeão é complicado, a torcida vencedora fica feliz, já o resto nem sempre se portam como bons perdedores.

Entramos em quadra pra ganhar, do contrário nem entraríamos, e fazemos o possível sempre pra conquistar esse objetivo. Só os tolos entram em quadra sem gana de ganhar, talvez por isso conseguimos tantos títulos nos ultimos anos.

Falando sobre esta coisinha que tu escreveu tenho apenas uma coisa pra dizer, fez meu dia mais feliz. O ódio é atestado de incompetência.

Não duvido que este post seja apagado logo logo, então vou parar de escrever.

Um grande abraço,

Pedro.

Danilo disse...

Olá, Pedro!

Temos algo em comum: essa "coisinha" que eu escrevi também fez meu dia mais feliz.

Por que eu apagaria seu comentário? Um de nós dois deveria ser agraciado com senso de humor e o felizardo sou eu.

Ao contrário do que você disse, ser campeão não é complicado. Meu São Paulo ganha o tempo todo e eu nunca achei difícil ser torcedor de um time vencedor. Sendo o Spurs o time mais vencedor da última década, pra você deveria estar tudo legal, ué.

O negócio é que é difícil ser um bom perdedor com um pé quebrado. Já parou pra pensar que se por acaso você torcesse pra outro time, talvez fosse pedir por mais "lealdade" dentro de quadra?

Só uma coisa: todo torcedor do Spurs tem o mesmo humor do Duncan? Êita povo mal-humorado.

Feliz Natal! Felicidades! Mais senso de humor!

São os votos de
Danilo e família

Alexandre disse...

Cara perfeita analise,odeio o Spurs pelo mesmo motivo.Seu blog é genial,parabens.

Bruno Pongas Fernandes Batista disse...

HAUHAOUIHOAHAHOAUHAOUIHA

Eu achei seu post genial, Danilo!
Sou torcedor do Spurs, escrevo pro Spurs BR e nunca me diverti tanto com um artigo.

Assim que nem você, sou torcedor do Sao Paulo. Agora imagine eu... torcedor do Spurs e do SP. Olha o tanto de críticas que eu nao vejo todos os dias?

Mas quanto ao artigo.. vc tem razao em alguns pontos, achei outros meio exagerados, mas no geral tá muito bem escrito e divertido. Parabéns!

Anônimo disse...

Manu Ginobili é o Neymar da NBA...joga bastante mas o jeito como ele cava faltas é irritante que só