sexta-feira, 18 de abril de 2008

Como aproveitar os playoffs

O Duncan sabe lidar com a mulher dele em época de playoff, e você?


Nesse sábado começam os playoffs, certo? Certo. E você viu os horários dos jogos? Pois é, se não viu, são estes:

13h30 - Wizards x Cavaliers
16h - Suns x Spurs
20h - Mavericks x Hornets

22h30 - Jazz - Rockets


Ou seja, você tem o dia inteiro ocupado com o momento mais esperado da temporada, os playoffs. No domingo é a mesma coisa, os mesmos horários para as outras quatro séries. Você até pode perder o massacre do Celtics sobre o Hawks, mas o resto você tem que ver. E depois do fim de semana cheio, vai ter jogo todo dia à noite do mesmo jeito e isso traz uma série de problemas que só o Bola Presa pode te ajudar a resolver.

1. Eu acordo cedo pra ir pra escola/faculdade/trabalho e não posso ir dormir tarde, o que fazer?

Você é um ser humano e como ser humano, tem caganeira - use isso a seu favor. Faltas acontecem. Se o Kareen Rush disse que ia faltar no treino do Pacers pra ver o irmão jogar a final da NCAA, por que você não pode faltar? Seu trabalho é bem menos importante que o Pacers.

Mas a melhor idéia é guardar as faltas para os dias mais importantes. Não saia faltando por aí só porque a vitória do Orlando sobre o Toronto acabou meio tarde e você extendeu a noite vendo desfile de lingerie no Superpop. Guarde para faltar no dia em que o Jazz e o Rockets jogarem duas prorrogações eletrizantes até as duas da matina.

Sobreviver aos playoffs requer muita estratégia, como em um jogo, e faltar na escola, trabalho ou faculdade são como os pedidos de tempo, você tem que guardar sempre um pra usar nas horas principais. Para quando você não puder usar, faça o que você sempre faz, ou por acaso é só na época dos playoffs em que você vai dormir tarde e acorda cedo? Durma na aula de espanhol, matemática, inglês ou química se você está na escola, mate ou durma qualquer aula que comece com "Introdução a..." na faculdade e vá dormir no banheiro se estiver trabalhando. Se o seu trabalho é daqueles chatos em que tem um supervisor do supervisor do assistente do presidente junior que tá sempre com um relógio na mão contando o tempo de tudo o que você faz, você precisará de malícia. Use tudo o que você aprendeu nos anos de trabalho e coloque em prática. Enrole no telefone, finja que está no telefone, faça cara de doente, sei lá, qualquer coisa, mas não trabalhe. Trabalhar depois de uma noite exaustiva de playoff significa que você não aguentará ver o jogo 6 do Suns e do Spurs no dia seguinte, o que é inaceitável!

O seu trabalho pode esperar até junho, ele não é tão importante assim.

2. Mas amanhã eu tenho prova, o que eu faço?

Depende, é de múltipla escolha? Se for, não tem segredo, é só ler as respostas, cancelar as absurdas e usar um pouco de bom senso. Eu acertei 9 de 11 perguntas de química no vestibular e nem sei o que é um mol, tudo porque sei ler perguntas. Provas de múltipla escolha não exijem que você durma bem e nem que estude no dia anterior.

Se a prova for dissertativa, aí a coisa fica mais difícil, mas não impossível. Se for uma matéria fácil tipo História ou Geografia é só pegar o que você aprendeu no Discovery Kids e botar em prática usando palavras mais difíceis. Palavras difíceis vocês podem aprender aqui mesmo no Bola Presa, volta e meia somos prolixos e usamos termos como "turnover", "triple-double" ou "matchup" que podem enganar bem se forem bem usadas.

Se, ao invés de uma prova, é um trabalho que você precisa entregar, eu tenho a solução aqui mesmo. É esse site AQUI. Basta colocar o título do trabalho que o programa criará tudo o que você precisa. Aí é só colar no Word, pegar umas dicas com o clipe e enfeitar o trabalho, já que a aparência é o que realmente importa.

Conclusão: Dê um jeito, mas não perca um jogo só para ficar estudando.


3. Sou velho e meu filho fica no PC e não me deixa ver os jogos, o que fazer?

Pô, você não manda nessa budega? Explique para o seu filho que mais importante do que o jogo do Ben 10 no site do Cartoon Network é saber um pouco de ciência e que isso ele pode aprender no Discovery Kids. Explique para o pirralho que no futuro ele saberá a importância de se aprender essas coisas, principalmente na hora de enrolar em provas. E claro que com "explique" eu quis dizer "obrigue o pivete a".

Outra opção é começar a mostrar para seu filho o que realmente importa na vida. O Basquete. Futebol também importa, claro. Fórmula 1 para alguns, tênis. Mas o que mais importa é o basquete e ver alguns jogos pode ser bom para o seu filho. Mas pegue leve com o baixinho, não vá mostrar o Bruce Bowen batendo no Nash logo de cara, ou o Dwight Howard quebrando umas cestas ou ainda o Kirilenko e a cara de assassino em série que ele tem, deixa isso pra depois. Comece com o bonzinho do Chris Paul dando passes para o barbudo-como-seu-pai Stojakovic, ele aceitará melhor e irá dormir antes mesmo do terceiro período.

A outra coisa que importa na vida são as mulheres, e isso nos leva à quarta questão.


4. Minha namorada quer sair comigo bem no dia do jogo, e agora?

Essa é uma situação delicada, meu filho. Mais para frente, na época das finais de conferência ou das finais da NBA mesmo, fica mais fácil. Volta e meia tem um dia de descanso sem jogos e é nesse dia que você vai sair com a sua namorada e tratá-la como uma rainha. Aproveite para, quando surgir a oportunidade, comentar o quanto você ama basquete, o quanto assistir um bom jogo te faz feliz, como basquete é a segunda coisa que você mais ama no mundo, atrás apenas do sorriso dela. Todo paparico é essencial para ganhar dias de jogo. Estudiosos dizem que para cada elogio/presente que você dá pra sua namorada, você ganha um período de jogo sem reclamação, crise no relacionamento e ligações telefônicas.

Mas durante esse começo de playoff, com jogo todos os dias, a coisa fica difícil. Durante a semana, quando ainda não tem jogo durante a tarde, use isso a seu favor. Se você não estuda à noite, trabalha meio período ou é vagabundo, use o período da tarde para sair com a sua namorada. O cinema é mais barato, o parque está vazio pedindo um pic-nic e você já leu o Bola Presa de manhã mesmo... aproveite a tarde para fazer todos os elogios a ela de novo. E lembre-se de que nessa época do ano ela é dona do futuro de vocês, deixe ela falar de viagens, casamento, filhos, morar junto, qualquer coisa. Enquanto ela estiver planejando o futuro sem você fazer cara feia, ela não incomodará o presente, que é o que importa.

E um detalhe importante: nunca negocie diretamente. A pior coisa é falar "Olha, hoje eu saio com você até às 17h, depois vou ver jogo e amanhã não vai dar porque é o Lakers. Mas no domingo eu tenho duas horas livres porque não vou ver o Hawks, vamos ver Faustão juntos?"

Nunca! Elas não podem saber que estão sendo encaixadas no meio da sua programação. Elas vão se sentir a Adriane Galisteu nas mãos do Sílvio Santos, e elas não querem ser a Adriane Galisteu, acreditem. Todas as negociações tem que ser implícitas, você vai na casa dela espontâneamente no dia em que não tem jogo e no dia seguinte você não vai só porque já foi no dia anterior, ou porque tem trabalho da facu, cite o jogo bem por cima, sem dar ênfase.


5. Se mulher dá tanto trabalho, por que não largar ela e pegar uma que goste de NBA?

Na teoria faz muito sentido essa pergunta, mas na prática não é bem assim. Primeiro que se você está namorando com alguém, deve gostar da pessoa de verdade, do jeito que ela é. E se está só pegando, só de curtição, só na azaração no GigaByte, você não precisa dar satisfação nenhuma! Simplesmente veja o jogo e pronto. Se você gosta da garota terá que seguir os passos da pergunta anterior.

Outra razão é porque tem poucas garotas que gostam de NBA. Imaginem se todos os caras que comentam aqui no blog quisessem namorar com a Tamiris, nossa solitária visitante feminina que deve estar odiando esse texto, ia dar muita confusão.

Mas se você pensar bem, se a NBA é uma paixão sua, a sua namorada, como cúmplice em todos os momentos e a única que te entende, deveria conhecer o mínimo de basquete. É! Ela deveria, depois de conviver com você por tanto tempo, saber algumas coisas. Isso provaria que ela escuta o que você diz, que ela se importa com você e que ela, em um caso extremo, entenderia a sua apelação de que você tem que voltar mais cedo pra casa no dia do aniversário de namoro de vocês porque é o jogo 7 do Wizards contra o Cavs.

Para saber se sua namorada é uma dessas raras jóias que conhecem o mínimo de basquete para entender a sua paixão, aqui está um quiz que você deve entregar a ela. A idéia do quiz é do Answerman, do InsideHoops, mas coloco com algumas várias adaptações.

1- Para que time eu torço? (1 ponto)
Isso é o básico, ela deve saber para que time você torce!

2- Cite três jogadores do meu time favorito. (0,5 ponto por jogador)
Mas se você torce para o Cavs e ela souber só do LeBron James, também vale. Se ela falar "Michael Jordan", perde 2 pontos, se falar "Pernalonga" ganha 0,5 pelo bom humor.

3- Em que canal passam os jogos? (1 ponto)
É importante para caso você precise sair para trabalhar e ela fique em casa gravando pra você.

4- Quem é meu jogador favorito de todos os tempos? (1,5 ponto)
Essa ela tem que saber. É aquele cara que você sempre comenta, que você imita, que você tem a camiseta usada, que você tem o card dos anos 90. Como ícone da sua vida, ela tem que conhecer.

5- Quem é meu jogador favorito que ainda está jogando? (1 ponto)
Se ela não souber é porque nunca ouve você falando "Kobe de trêeeees... bingo!", tipo o Everaldo Marques, quando arremessa uma bolinha de papel no lixo.

6- Quem é o jogador que eu mais odeio? (2 pontos)
Se tem alguém de que você fala mais do que de quem você ama, é de quem você odeia. Você sempre xinga mais o Bruce Bowen do que elogia o Nash, fato.

7- Diga algum dado relevante sobre basquete. (1 ponto)
É só pra saber se ela presta atenção em qualquer coisa sobre basquete. Vale dizer que o Oscar é chorão, que o Brasil ganhou o Pan de 87, que a Hortência respirava fundo antes de arremessar um lance livre, que um americano pulou um francês gigante, essas coisas.

8- Quem é o melhor jogador de todos os tempos?
Como tem poucas respostas pra essa pergunta, cada uma delas tem uma pontuação diferente:

1 ponto - Michael Jordan (Básico)

1,5 ponto - LeBron James ou Kobe Bryant (ela pelo menos chutou os melhores de hoje em dia)

2 pontos - Magic Johnson ou Larry Bird (viu eles no E! True Hollywood Story do Magic e lembrou, parabéns!)

3 pontos - Wilt Chamberlain (Uau! Ela guardou quando você disse pra ela dos 100 pontos, impressionante!)

4 pontos - Bill Russell (Ela lembrou do cara que vencia o Wilt Chamberlain! Assustador! Deve ser a Tamiris)

100 pontos - Oscar Robertson (2.000 pontos e um anel de casamento se chamar ele de "Big O")

Se ela conseguir uns 7,0 ela está apta a namorar com você e te deixar ver os playoffs em paz, não precisa terminar.


E é isso, pessoal. Qualquer outra dúvida amorosa ou sobre como superar dificuldades para conseguir assistir aos playoffs em paz, é só perguntar. Se não der, pelo menos venha no Bola Presa (que agora é .com, BolaPresa.com ) e leia tudo o que você perdeu!

Bons playoffs!

17 comentários:

Luiz Guilherme disse...

Vou terminar com minha namorada! Mais fácil! Ainda mais depois de perceber que eu poderia ser o Jason Kidd e ter uma Deusa na minha vida! rs

Vítor disse...

Parabéns pela mudança do site!
Velhos tempos aqueles em que vocês atualizavam de dois em dois dias e eram 1 ou 2 comentários por post! :D
Este quiz aê é uma beleza :p

eduardo disse...

hahahahaha ... excelente texto ! me matei rindo ... huahuahu ... muito bom mesmo ...
abraço !

Renan Ronchi disse...

Meu único problema é o caso da namorada. Mas como ela sabe que eu torço pro Bulls e que ele não se classificou, eu não vou ter desculpa pra não sair por causa de playoffs! O que eu faço?

Guilherme disse...

Um dos melhores textos....sensacional!!
Parabéns

Guilherme disse...

Um dos melhores textos....sensacional!!
Parabéns

Turiaf disse...

Ótimo texto, muito engraçado!
O problema é que se eu perguntar pra minha namorada o que é NBA ela prvavelmente vai dizer que é uma marca de roupa ou coisa assim.

Douglas disse...

Alguém sabe o que vai passar na ESPN ? Não quero perder Suns x Spurs de jeito nenhum.

Anônimo disse...

Como posso conseguir ver os jogos dos playoffs na net de graça?(pode ser da qualidade mais vagabunda)..Sei ki vcs ja fizeram um post sobre isso mas so dava para ver os da temporada regular

Coach disse...

cade os palpites?

tem q rolar promoção de novo.

Quem acertar o vencedor leva 1 ponto, cravou o placar final leva dois pontos.

A cada rodada dos playoffs cada um daria sua opinião nesses moldes.

No final quem fizesse mais pontos, leva um DVD.

Poderia ser adicionado um bonus, para aqueles q acertassem o MVP das finais e a equipe campeã, com chute a ser realizado ainda antes das primeiras partidas dos playoffs.

O q acham?

Denis disse...

Sem promoção.
Sem prêmios.
Sem bônus.
Playoff é coisa séria.

Abraços!

diogo costa disse...

fui eu q comentei em cima, com a conta do jpakissflowers.

rumo ao titulo fantasy.

diogo costa disse...

aaaahhhhhh

é sério, mas não custa nada fazer uma fézinha.

Felipe disse...

Hahahaha! Eu falei pra não fazer a primeira promoçao... Isso deixa os meninos mal acostumados!

Ainda bem que minha vida boemia e solteira vai me permitir ver todos os jogos, senão ficaria preocupado.
(Minha ex-namorada que não iria gostar de ler isso aqui...)

Fernando Araujo disse...

hauhauahuahauahuahauha, um dos melhores textos da minha vida, parabens mesmo fuiiiiiiiiii

Daniel Farinha disse...

Sensacional o texto...

Vai pras 7 melhores Jovem Pan de novo...

Abraços,

Farinha

AIRanda disse...

sem duvidas melhor texto !!