terça-feira, 30 de março de 2010

Double Drible - A história do NBA2K

Finalmente chegou a hora de começar nossa seção "Double Drible", sobre videogames de basquete. Nosso primeiro post será sobre um confronto tão problemático quanto israelenses e palestinos, Lakers e Celtics, ou os torcedores do Jazz e o bom gosto. Vamos lá!

Naquela época, o Iverson valia mais do que um sapato velho

No Brasil, muita gente lembra do Mega Drive. Mesmo tendo perdido naquela época para o Super Nintendo (todo mundo queria o jogo do encanador bigodudo em cima de um dinossauro verde), o Mega foi um enorme sucesso nos Estados Unidos e no Brasil. Por aqui, o grande responsável por isso foi a Tec Toy, que lançou o videogame a preços acessíveis e traduziu uma série de títulos (muita pirralhada entrou no gênero "RPG" jogando "Phantasy Star" em português, enquanto a geração seguinte começou com "Final Fantasy VII" no Playstation sem entender uma maldita palavra e achando que era o melhor jogo do mundo porque tinha uns videozinhos com caras de cabelo espetado). Nos Estados Unidos, o sucesso do Mega foi por outro motivo: jogos de esporte. Uma parceria com a EA permitiu que o console da Sega recebesse as primeiras entradas de franquias como "Fifa" (futebol), "Madden" (futebol americano), "NHL" (hockey) e "NBA Live" (basquete, ou ao menos algo que de longe no escuro lembrava vagamente um troço mais ou menos parecido com basquete). Naquela época a maior parte dos jogos era feita no Japão e, como bem sabemos, o gosto dos orientais para jogos é um troço altamente questionável. Fazer um videogame estourar nos Estados Unidos exigia algo com que os americanos pudessem se identificar mais do que magia e espadas, e a resposta para isso foram os esportes.

Quando o Mega Drive já estava morto e enterrado (menos no Brasil, onde ele continuaria a receber consoles novos com 4 milhões de jogos do Sonic na memória e títulos novos como "Show do Milhão"), a Sega resolveu lançar um console novo chamado Dreamcast. Como parte da estratégia de lançamento nos Estados Unidos, a Sega sabia que precisava de jogos de esporte que chutassem traseiros. Quando encontraram uma empresa chamada "2K", que havia desenvolvido uma tecnlogia muito avançada em simulações esportivas, compraram rapidinho e prepararam versões de NBA, futebol americano, hockey e até baseball. Os responsáveis pelo console nos Estados Unidos botaram tanta fé na "2K" que começaram a colocar mais e mais dinheiro na empresa e resolveram que seus jogos sairiam no lançamento do console. A grande sacada do Dreamcast é que ele vinha com acesso à internet, e nada melhor para mostrar o poder da jogatina online do que enfiar um jogo de esporte nessa brincadeira.

No entanto, a EA não ficou muito feliz de saber que teria concorrência. O sucesso no Mega Drive tinha deixado a EA empolgada, então eles resolveram avisar a Sega de que não lançariam nada para o videogame se eles insistissem na ideia idiota de apoiar a tal de "2K". O problema é que os jogos da EA iam muito além da área esportiva, com sucessos em quase todos os gêneros. Perder todos os jogos da EA seria uma cagada para qualquer console do planeta, mas o pessoal da Sega confiava tanto nos jogos da "2K" que acharam que valia a pena.

Quando o Dreamcast foi lançado com o jogo "NBA 2K", eu fiquei biruta. Muitos anos haviam me acostumado com aquele lixo que a EA lançava sob o nome de "NBA Live", mas bastaram 5 minutos com o jogo da "2K" para que eu vomitasse ao lembrar daquilo que eu vinha jogando antes. É claro que o Dreamcast era um videogame poderoso que chutava traseiros e não dava para comparar com o que a EA estava lançando para o Playstation, que era tecnicamente muito inferiro, mas o cuidado da "2K" com os detalhes era pra ficar impressionado. Eu falava tanto no Dreamcast e no "NBA 2K" que colegas meus que foram para os Estados Unidos não resistiram e compraram uma versão do console que vinha junto com o "NBA 2K1", a sequência do título. Não demorou muito para, jogando isso toda semana, o Denis e eu comprarmos um Dreamcast cada para inicar longas jornadas, madrugadas adentro, nos enfrentando no jogo de basquete da 2K.

Infelizmente, o mundo conspirou um tanto contra o Dreamcast. Não ter apoio da EA (apoio esse que foi parar no Playstation 2, lançado pouco depois) machucou muito as vendas do videogame, além do fato de que o Playstation 2 era o leitor de DVD mais barato da época e rapidamente começou a inundar os lares japoneses junto com a onda de filmes piratas no país. Com tantas unidades vendidas, rapidamente as produtoras começaram a lançar exclusivamente para o videogame da Sony e a Sega foi se lascando. O videogame anterior deles, o Sega Saturn, tinha sido um fracasso gigantesco fora do Japão (os jogos eram muito esquisitos!), então a Sega estava cheia de dívidas e precisava que o Dreamcast desse certo rápido. Nos Estados Unidos ele até que se saiu bastante bem, no Brasil ele foi novamente um sucesso nas mãos da Tec Toy, mas no Japão ele vendia menos do que a Playboy da Mariana Kupfer (que é uma bela Playboy, aliás, mas o maior fracasso da revista no Brasil). Não demorou muito para a Sega precisar começar a lançar jogos para outras plataformas para tentar acalmar as dividas, mas é claro que as outras empresas (em especial a Microsoft, com seu recém-lançado Xbox) exigiram o fim do Dreamcast para que os jogos fossem lançados para seus consoles.

O Xbox acabou herdando uma série de jogos que sairiam para o Dreamcast, numa clara tentativa da Microsoft de dominar o mercado americano. Baita visão de mercado: em alguns anos, o mercado japonês tornou-se secundário perto das vendas nos Estados Unidos e Europa e a Microsoft conseguiu se consolidar mesmo sem convencer os japoneses, principalmente através de uma rede de jogatina online - que antes pertencia ao videogame da Sega.

O último NBA lançado no Dreamcast foi o "NBA 2K2", mas a maior parte das pessoas que jogava na internet migrou para o Xbox, que passou a receber as continuações da franquia. A EA continuou lançando a série "NBA Live" em todos os consoles e muita gente ainda comprava porque não tinha ouvido falar da "2K" (e nem do Dreamcast!), mas aos poucos a diferença entre as franquias ficou tão gritante que não havia como ignorar. Quem jogou "NBA Live" na última década simplesmente não conhecia a franquia rival, que era melhor em todos os aspectos possíveis. Quando a EA parou de lucrar apenas com a própria fama, resolveu soltar um comunicado admitindo que a série "NBA 2K" era mesmo melhor e que, portanto, iriam tacar o "NBA Live" na privada e começar de novo. O resultado não foi nada bom, mas pelo menos foi uma tentativa de melhorar e correr atrás da concorrente. A evolução da EA é evidente ano a ano e agora, finalmente, o "NBA Live 10" e o "NBA 2K10" são mais próximos do que jamais foram na última década, ainda que a 2K continue mantendo uma clara vantagem.

A abordagem da EA sempre foi a de criar jogos de esporte em estilo "arcade", ou seja, um esporte divertido e irreal que atraia jogadores de todas as idades e interesses. No futebol é possível driblar todo mundo, no basquete todas as jogadas terminam com enterradas. Quando a 2K apareceu no basquete e a Konami no futebol com "Winning Eleven", a tentativa era de criar jogos de esporte em estilo "simulação", o mais perto possível das possibilidades e complexidades do esporte de verdade. Obviamente, quem é apaixonado por algum esporte quer jogar algo complexo que lembre ao máximo sua paixão real, e foi assim que a EA sentou na própria fama e perdeu espaço brutalmente para as novas franquias.

A série "Fifa" teve que correr atrás de "Winning Eleven" e com muito dinheiro e a decisão de tornar o futebol uma simulação perfeita, conseguiu se colocar novamente como a líder do mercado (e não tem nem como questionar, "Fifa 10" é bilhões de vezes melhor do que a nova entrada da série "Winning Eleven"). A série "NBA Live" também está gastando uma grana absurda para virar um clone dos jogos da 2K. E o mesmo só não aconteceu com o futebol americano, em que o "Madden" da EA ainda reina absoluto, porque eles conseguiram assinar um contrato de exclusividade com a NFL. Na época do Dreamcast, o "NFL 2K2" já era superior ao Madden, mas sem a licensa para os jogadores e times ficou impossível competir com o rival. A solução da 2K foi colocar no jogo apenas atletas aposentados e permitir a os jogadores montar seus próprios times, mas é claro que isso é muito mais chato do que jogar com sua equipe favorita e, portanto, não deu certo. Mas pergunte para qualquer fã do esporte que tentou esses jogos da "2K" e ele te dirá que Madden ainda é inferior, apenas tem os direitos. E é assim que eles querem: lançar jogos com poucas inovações e esforço perto do zero, gastar pouco dinheiro, atualizar os elencos e relançar o jogo para vender milhões. Malditos safados, não vejo a hora da "2K" poder lançar jogos da NFL de novo apenas para forçar a EA a fazer um trabalho decente.
Não existe por aqui, no Bola Presa, nenhuma birra em particular com a EA, eu por exemplo sou um grande fã da série "Fifa" (e recentemente fiquei muito impressionado com a atenção dada aos detalhes em "Dead Space"), mas é ridículo o descaso com que eles tratam os títulos de esporte em geral.

O trabalho só é bem feito quando a água bate na bunda, parece o Lakers que só joga bem quando precisa. A atitude de tentar um monopólio na época do Dreamcast, se negando a enfrentar qualquer competição, ou de pegar os direitos da NFL apenas para si (algo que eles já tinham feito em maior grau com os "Fifas" anteriores), é típico de quem não quer ter que gastar um centavo para melhorar o jogo a menos que seja obrigado.

Basta jogar um pouquinho de "NBA 2K10" e de "NBA Live 10" para qualquer fã de NBA ter o bom senso de ficar com o jogo da "2K". É legal que a EA esteja investindo, correndo atrás, e não há dúvidas de que a gente vai jogar quando eles tiverem o melhor jogo de NBA do mercado. Mas, por enquanto, quem jogar "NBA Live" vai ser queimado na fogueira pelo Bola Presa (mesmo destino de quem não concordar que o Dreamcast foi o melhor videogame de todos os tempos). A série de NBA da "2K" continua muito a frente, e estamos até pensando em montar um encontro em São Paulo para jogar basquete virtual com os adoradores da franquia e, ao mesmo tempo, tentar converter os infiéis. Em breve falamos mais sobre essa ideia, e aí aproveito para escrever um pouco mais sobre o "NBA 2K10" em si e o que ele inovou na jogabilidade. Mas isso fica pra depois, porque agora vou religar o meu Dream e jogar com o Michael Jordan no Wizards do meu "NBA 2K2"!

50 comentários:

alfa 13 disse...

O NBA 2k10 no Wii o modo my player é viciante. Os jogos do 2K não tem comparação.

Gustavo disse...

2k10 é foda, só acho o my player dificil d+

Ronin disse...

Ae, seus tetudos. Finalmente falaram de games no Bola Presa. Muito bem escrito o post. O pessoal da Visual Concepts sempre foi mestre na arte da captura de movimentos, enquanto os camaradas da EA sempre fizeram do Live um NBA Jam moderado. LIVE é ótimo pra quem gosta de bancar AND1, já 2k é pra quem curte simulação.
E também concordo quando o assunto é Fifa x WE. Antes, 2k era o WE do futiba, hoje ele é o Fifa. Simulador é simulador, o resto é NBA Jam moderado.

Cortez disse...

eu to por fora dos novos games, vcs acreditam que minha fita de mega drive NBA Bulls vs lakers não ta mais funcionando! o que eu faço!?

leonardo disse...

caralho voces tao sem assunto mesmo ne iuehiueahiaue
2k eh realmente infinitamente melhor...mas, aliás, o melhor video game de todos os tempos foi o super nintendo, nada de dreamcast nao!!!

Anônimo disse...

Poxa, vamos fazer um crew do Bola Presa no 2K10 do Xbox.

Dificilmente acho brasileiro pra jogar

Maickel disse...

eu confesso que joguei desde o live 2003 no ps2 até o 10..qdo vendi meu ps3

mas lembro de quando lançou o dreamcast e eu vendi meu ps one na época pra comprar ele só porque tinha o resident code veronica... e depois então conheci o nba 2k, na verdade os três... e ficava horas e madrugadas jogando, e pra bater um lance livre.. qdo pressionava os botões de 'trás', e se o adversário pressionasse a torcida xaqualhava os negocinhossssssssssss aiiiiiii S2 haeuihaehaeuhae saudade dessa época.

Farid Tranjan disse...

Ah, o melhor pra mim é NBA Ballers!!!!! E pra jogar versus é demais o NBA Showtime do Nintendo 64.

Jônathas Waldhelm disse...

"e estamos até pensando em montar um encontro em São Paulo para jogar basquete virtual com os adoradores da franquia e, ao mesmo tempo, tentar converter os infiéis."

eu topo! :D

Felipe disse...

Vcs não esquecem o Jazz né.Hahaha.

Faz o seguinte não faz mais posts idiotas como aquele que nosso time estava acabado que ninguem vem aqui torrar a paciencia de vcs.

Legal que meu time mesmo sem titulos, mesmo sendo minusculo perto dos grandiosos tem uma torcida fanática até aqui no brasil e se agente encomoda , FUCK OFF.

wackoop disse...

A torcida do Jazz é fanática no sentido Nazista, não é isso que queria dizer? ;)

fullmetal disse...

2k210 my player dificil demais ? hahahahaha to na terceira temporada jogando pelo lakers com médias de 38ppg 12apg 2.3rpg 3.2spg e muiiiito felizzz =]

Lucas disse...

Muito boa a coluna... o pessoal aqui do Bola Presa costuma pegar muito no pé do meu Hornets, por isso eu leio o blog meio com o pé atrás... rsrs... mas essa coluna está ótima mesmo... Eu não entendo muito de jogos e tenho um NBA Live meio antigo, do PS2... jogo de vez em quando... vou dar uma olhada nesse "2K10"... valeu pela dica... abços!

claiton disse...

Maluco eu tremi agora na frente do meu vaio...

puta merda, achei q nunk + ia ler alguem escrevendo sobre o NBA 2K e o DreamCast... cara, este post eh histórico, pelo menos pra quem jogou... o Dreamcast tinha botões por pressão R e L, então, neguinho tinha de ser bom pra acertar desde lances livres, a enterradas, além de possibilitar coisas incríveis, muito técnicas. Cara, tirando o Madden 06, esse eh o jogo q eu + joguei na minha vida, do tipo, largava a namorada às 11 horas da noite de sábado pra amanhecer on-line enfrentando o mundo inteiro!! Parabéns a vcs pelo melhor blog, naum apenas sobre basquete, mas sobre o esporte de uma forma geral!
Sucesso.
Claiton.

Anônimo disse...

O seu filha da puta, lava a boca pra falar do Utah JAZZ seu filho de um corno. Que tal recuperar aquele post que voce falou que o JAZZ tinha acabado... agora estamos lutando pelo segundo lugar do Oeste. Quem escreveu essa merda num entende nada de basquete mesmo. GO JAZZ!

Kevin disse...

Nem li a matéria toda, porque esses textos gigantes e sem nexo me dá sono. E no começo o cara que escreveu esse lixo ambulante ainda falou mal do Utah Jazz. Por que vcs não param com essa birrinha irritante com o Jazz? Pelo menos somos torcedores de verdade, e não uns otários como vocês que torcem pra Lakers ou Celtics que ganham títulos... Babacas modinhas

Anônimo disse...

Um bixo burro e q não entende merda nenhuma de basqute e faz um artigo desse:

http://bolapresa.blogspot.com/2010/01/o-fim-do-jazz.html

Além de ter q enfiar as palavras no rabo, fim do jazz... ahuahahauah

Entende tanto de NBA q fala q o Okur tem contrato expirante, qdo ele já renovou por mais dois anos.

o cara é mto burro! o jazz é dado como um dos times mais promissores por causa do pick do knicks.

e o burro faz uma reportagem dessa.

Anônimo disse...

burro, um cara q faz uma artigo desse não tem moral pra zuar a torcida do jazz.

deve ser inveja, já q os jogadores da nba sempre elegem a casa do jazz como o lugar mais difícil de jogar!

Enrique disse...

lol
os torcedores do Jazz mantendo a fama, é assim lá e aqui no Brasil ..

Leo disse...

Enrique,

vc ja esteve em Utah? oq vc conhece sobre a torcida do jazz? oq um mané na net q não entede nada de basquete escreve? uau!

o cara não entende mesmo, leia o q ele escreve... só deve assistir jogo do lakers e cavs e qdo tem q escrever sobre outros time vomita besteira.

gente mau educada tem em todo canto e de todo tipo. o cara q escreve mal do jazz por exemplo é um bundão, nunca esteve em utah e fica falando merda...

Bruno disse...

Cara ridículo, estamos em terceiro no oeste prestes a passar o badalado Dallas e esse imbecil inútil fala mal do Jazz... Foi até coincidência eu ler isso, pq até hj só visitei esse blog uma vez, e tbm falava mal... Acho q alguém do Jazz deve ter comido a mulher do dono do blog, de alguém aí kkkkkkkkkkkkkk

Chupem-nos babacas, estamos com tudo! GO JAZZ!!!

Denis disse...

Alguém ainda tem alguma dúvida de que a torcida do Jazz é a mais mala de todas?

Pedro Arcanjelo disse...

Eu tenho!

Mentira não tenho não. HAHA.

Só uma coisa a dizer, tinha que ser do Jazz...

joao_mavs disse...

num sei se eu sou anormal, mas eu nunca gostei dos jogos da 2K, o grafico eh meio feinho, num gosto dele online e o modo franquia eh inferior ao Live.

realmente o live era meio nd haver, se vc tivesse um bom PG e um pivo bom no ataque era campeão certo, mas no live 10 tah mt mais dificil, as paradas tão mais reais e eu ate to sendo obrigado a arremessar, algo que eu nunk fiz no live 09

joao_mavs disse...

hahaha carai os torcedores do jazz se revoltaram O.o nem parecem os educados mórmons

anyway, num vão passar o mavs msm e msm que passem num adianta, esse ano eh tudo nosso

Anônimo disse...

creeeeeeeeeedo...
kkkkkkkkkkkkkkk

o povo do Jazz tá meio sem paciência né???

Quem sabe esse ano eles ganham alguma coisa...(kkkkkkkkkkkk)

White_Crow disse...

Nossa... ate tinha passado despercebido pelo Jazz presente no texto! (hahahahaha)
E take easy, garotas....
Aproveitando, sei que já teve essa pergunta no "both teams....", qual é aquele po q é utilizado pra aderencia com a bola?

Leo disse...

as bibas do jazz ficaram puteenhas!
uiuiui!!!

que time escroto, coitados...

Diogo Moreira disse...

huauhauhaahuauh.

engraçado que meu unico amigo que torce pro jazz não é fanático, babaca assim como esses caras que vem aqui. ele fala bastante do time, tem a camisa, mas não é exagerado ao ponto de vir reclamar de uma mísera frase onde TODOS que leram o post nem perceberam, pois estavam realmente interesssados no conteúdo brilhante sobre os jogos de videogames, e não ficam prestando atenção numa piadinha só pra introduzir o texto.

bando de lunático!

Anônimo disse...

Chupa ovo é foda, ou baba ovov como queiram chamar.

Agente nunca ganhou nada talvez nunca ganha, mais nem importa, estaremos ali torcendo pode ter certeza,se vai ganhar um dia ou não que se foda.

Bando de baba ovo,

CB disse...

HAHAHAHAHAHA... conteúdo brilhante? O cara assassinou o português e mostrou que não entende nada de basquete, bando de otários. Aqui vai de novo: http://bolapresa.blogspot.com/2010/01/o-fim-do-jazz.html

E ae? O JAZZ acabou mesmo? Porra, meo, os caras fica chupando o saco do cara sendo que possui pelo menos três informações erradas em cada texto. Uma vergonha. E vocês ainda acham que o cara entende de NBA... pelo amor de Deus, galerinha. Se enxerga, meus amigos. Quem escreve neste blog só vê jogos do Lakers e Celtics, coloca informações erradas (o que é um absurdo) e ainda faz ctrl+C ctrl+V das matérias dos Estados Unidos.

E aposto que se falar uma letra contra o Lakers ou os Celtics todo mundo já vai acabar com o cara também. Falou, modinhas. E ao amigo blogueiro, fica mais ligado nas informações, mano. Tem coisas absurdas de errado aí, velhinho. Se intere mais.

Rodrigo Lakers disse...

Fala sério que esses "torcedores" de orkut que se duvidar nunca viram o John Stockton jogar vem aqui e ainda se pagam de torcedor fiel?? HAHAHA comédia demais!

Anônimo disse...

Aposto que o torcedor do Lakers acima é fã do COCOBE.

MODINHA DO CARALHO.
SEUS LAMBE SACO DE UM BLOGUIZINHO DE MERDA.

Mark disse...

Que o Jazz é um time pequeno todos sabem... Que esse blog é feito por quem vê apenas jogos do Celtics e Lakers e é uma merda também, todos sabem... e que se o cara falasse qualquer coisa contra o Celtics e Lakers os modinhas estariam rodando a baiana aqui também... E esses idiotas que torcem para Lakers e Celtics, já torceram pelo Heat (quando foi campeão), pelo San Antonio (quando foi campeão) e assim vai...

luisfae disse...

Mas baaah tchê... Depois dessa vo até esconde minha camiseta do Jazz aqui em casa. Quem não gosta do blog não precisa ficar jogando pedra. Só clica no Xzinho em cima do navegador e seja feliz!

Stauros disse...

Só um pequeno detalhe pros lunáticos torcedores do Jazz (time que eu mais odeio por sinal, culpa deles T-Mac ser virgem de 2nd round de offs e acima... mas eu tenho dois titulos, então recolham-se à vossas insignificância):

Dêem uma olhada nesse post do Bola Presa: http://bolapresa.blogspot.com/2007/02/hall-da-fama-do-bola-presa.html

Lá vcs encontram elogios ao blog de nomes como Roby Porto, Rodrigo Alves e Zé Boquinha... todos falando como o blog é excelente...
Palavras do Rdrigo Alves: "Eu realmente acho que vocês fazem hoje o melhor blog de basquete do país."

Gente do naipe desses caras elogiando e vcs criticando... Me pergunto qual a moral de vcs?

wackoop disse...

Cara, certamente esses torcedores do Jazz são da Juventude Neo-nazista brasileira. Vocês estão tão incomodados fechem a porra do browser e enfiar a camisa de vcs vc sabem onde. Bando de machinho aqui, mostra a cara juventude neo-Nazista!

Anônimo disse...

Provado , A torcida do Jazz , é uma espécie de gaviões do basquete , nunca ganharam porra nenhuma , mas mesmo assim se acham ... Bando de babaca , aposto que assistem o jaz uma vez por mês ...

joao_mavs disse...

pow galera do jazz papo sério agora vamo parar com isso, gente isso aki eh um blog que rata a NBA principalmente do ponto de vista humorístico, tem coisas que eu discordo deles e fico p. da vida quando eles sempre falam que meu time vai perder nos playoffs mas num vo vim aki e sair chamando geral de escroto modinha nem nada. tenhu mó respeito pelo jazz, meu cunhado eh torcedor do time mas isso só piora a fama de vcs aki

Felipe Jr. disse...

Calcule..

Eu so torcedor do Jazz a decadas !

Só não sei daonde sai tanto revoltado torcedor do Jazz ?

abraço !

Peace out bro'

White_Crow disse...

Serio mesmo que vocês vão ficar brigando ai, e nem me falar o nome do pozinho? Qto odio no coração! (ahhahahahaha)
E como esse blog soh fala de celtics x lakers, como torcedor do celtics, quero expressar minha indignaçao qto a falta de cobertura do celtics esse ano! (acho que foram no MAXIMO 1 post e uma mençao no de trocas! q safadeza!)
E digo mais: garotas, take easy!

Gabriel disse...

Tem como abrir o Jordan no 2K10? Nem nos times de all-stars, Jordan's Team tem ele! Alguém sabe?

Farinha disse...

Como um fanático torcedor do Jazz, eu suplico: Denis e Danilo, continuem nos zuando.

É bem legal rir da ira desse povo. O tempo no trampo aqui passa mais rápido...

Anônimo disse...

Peço com gentileza, "Torcedor" do Jazz, isto é um blog, não um jornal, se você não gostou dele vá escrever seu próprio blog e "tente" angariar seus próprios leitores.
Está caixa de comentário deve servir para discussões saúdaveis sobre o assunto.

Holandez disse...

[2] pro Farinha. Sou torcedor do Jazz (relaxem, tenho mais que 10 neurônios) e to chorando de rir de uma galera aqui.

Parem de levar a vida tão a sério, sorriam pra ela. E por favor, parem com esta puta mania de perseguição ridícula. Jazz é só mais um time como tantos outros. O blog faz piada com todos os times, Spurs é zuado em todo post, e eu não me lembro de ver neguinho chilicando aqui a cada postagem.

De resto, belíssimo post, eu ia todo sábado jogar Dreamcast na locadora perto da minha casa e conheci a série 2K lá. Nunca mais encostei num NBA Live.

Danilo disse...

O mais engraçado de tudo é o pessoal dizendo que só vemos jogos do Lakers e do Celtics. E o que acontece com quase todos os jogos que eu assisti do meu Houston Rockets, e minha falta de problemas em dizer que o time fede e não vamos nem pros playoffs? Dá até desgosto dizer que o Jazz é um time delicioso de ver jogar sabendo que tem torcedor tão neurótico... engraçado é que quando eu alopro o Bobcats, nenhum dos três torcedores que existem no planeta aparece pra reclamar aqui, talvez eles não entendam português.

Lucas disse...

Nossa... a torcida do Jazz é chata lá e aqui tbm... rsrs

Lucas disse...

Nossa... a torcida do Jazz é chata lá e aqui tbm... rsrs

Tiveron disse...

Vai à merda os torcedor do jazz.

Ronin disse...

Nussa, mancharam um post sobre o épico 2k com palavras de baixo calão. Heresia. Briguem em outros posts. Não importanta quem é melhor, no final quem vence é o 2k.